ASPFA recebida em audiência no Ministério da Defesa Nacional

Hoje, dia 29 de outubro, a ASPFA – Associação Socioprofissional dos Faroleiros foi recebida em audiência pelo Sr. Secretário de Estado Ricardo Segurado, onde foram abordados alguns assuntos, com foco no tema principal, que é a falta de Estatutos Profissionais para os Faroleiros, entre outros.

Nesta reunião foram explanados vários problemas, que a falta de um diploma estatutário vem provocando nesta classe profissional, onde a contagem do tempo, a pré-aposentação, e o suplemento de condição militar (83% unicamente para os Faroleiros, quando todos os outros militarizados, e militares o têm a 100%), entre outros problemas por resolver, e que estão a condicionar a atratividade pela profissão, por parte de quem, eventualmente pode estar interessado em singrar nesta profissão, levando a que o efetivo seja cada vez mais reduzido, e envelhecido (a média de idades é de 47,1 anos).

O Sr. Secretário de Estado, mostrou-se interessado e compreende que existe esta questão de fundo que tem de ser resolvida, independentemente de quem esteja a administrar esta pasta, e deixou a porta aberta a futuras conversações, mas nada adiantou sobre em que ponto está o processo dos Estatutos Profissionais para os Militarizados de Marinha.

Esta audiência, foi assim, também o culminar de audiências, reuniões, e exposições, que a ASPFA tem levado a cabo durante os últimos 3 anos e meio, com o Ministério da Defesa, e com os demais Partidos Políticos, com assento parlamentar, Provedoria de Justiça, Presidente da República, bem como com a Marinha, e a Autoridade Marítima Nacional, levando a todos a informação, e os factos, sobre a necessidade urgente de enquadrar esta profissão secular, devidamente na lei laboral em vigor no nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *